Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Meu Diário
09/09/2018 19h30
O MUSEU NACIONAL EM CHAMAS

O MUSEU NACIONAL EM CHAMAS
 
O dia 02 de setembro de 2018 será guardado na memória dos brasileiros e do mundo, como o dia em que o maior museu de História Natual do Brasil, o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista no Rio de Janeiro,  o qual tive o prazer de visitar em 2012, ardeu em chamas até sua completa destruição, com tudo que nele estava.

Hoje à noite completa uma semana desta enorme tragédia. No domingo passado, por volta das 19h30 iniciou-se o incêndio. Segundo notícias coletadas da internet, o Museu abrigava mais de 20 milhões de itens. Dentre eles, muitas coleções de paleontologia, biologia, botânica, antropologia, entre outras. Entre as relíquias mais significativas destruídas pelo fogo estava o mais antigo fóssil humano encontrado nas Américas, conhecido como fóssil de Luzia, com 12 mil anos, além da maior coleção egípcia da América Latina.
 
É lamentável tudo isso. Perdeu-se nesse incêndio, grande parte de nossa memória. O Brasil não valoriza sua cultura. Infelizmente. E essa esquerda desqualificada e gananciosa pelo poder, menos ainda. Ressalte-se um fato importante: Todos os dirigentes do da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro que era quem administrava o Museu Nacional eram do PSOL. Ou seja, quem incendiou (voluntária ou involuntariamente) o museu, foi a esquerda fascista brasileira. Diga-se também, que a UFRJ era a responsável pelo patrimônio e, todos os dirigentes desta universidade são da esquerda, ou do PT ou do PCdoB. 

Gastaram-se milhões para shows de artistas e filmes sem nenhum valor como a história do marginal e bandido José Dirceu, e não se deu nem um tostão para a manutenção do Museu Nacional. Lamentável tudo isso. Segundo nos informa a repórter Cidinha Campos, conhecida nacionalmente, o Reitor é do PSOL, a vice reitora é do PSOL, o pro reitor de pessoal é do PSOL e tem mais dois que são ou do PCB ou do PCdoB.

Foram gastas as importâncias abaixo com shows de artistas a maioria desqualificados e sem nenhuma expressão para a cultura do país. 


·        Miguel Falabela – 12,5 milhões
·        Claudia Raia e Edson Celulari – 10 milhões
·        Claudia Leite -6 milhões
·        Luan Santana – 5 milhões
·        Wagner Moura – 1,5 milhão
·        Gilberto Gil – teve que devolver um milhão então, levou no mínimo 2 milhões
·        Maria Bethania – 1,3 milhão
·        Diogo Nogueira – 9,2 milhões
·        José Dirceu – 1,5 milhão
·        Museu Lula – 7,9 milhões
·        Cirque du Soleil – 9,4 milhões
·        Shrek – Musical e turnê – 17,8 milhões
·        Filme sobre Brizola – 1,9 milhão
·        Peppa pig – 1,7 milhão
·        Painel Artístico Clube A São Paulo – 5,7 milhões

 
Somando tudo isso, sabem quanto dá? Eu fiz a conta que você pode conferir. Isso representa nada menos que 93,4 milhões de reais, ou seja, quase 100 milhões foram jogados no lixo para artistas, quase todos desqualificados, que em nada contribuem para cultura do povo, mas não tiveram 600 mil reais por ano, para fazer a manutenção do Museu.
Isso considerando que foi só 2 milhões que Gilberto Gil recebeu. Assista ao vídeo abaixo da repórter Cidinha Campos acima mencionado como fonte da maioria desses dados apresentados.
https://youtu.be/w3M7_L6fZWg

NOTA
Imagem da TV Tambaú disponível em  https://www.portalt5.com.br/noticias/brasil/2018/9/132496-com-200-anos-de-historia-museu-nacional-e-destruido-por-incendio-no-rio-de-janeiro
acessada em 09/09/2018.
 


Publicado por Alberto Valença Lima em 09/09/2018 às 19h30
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
27/08/2018 10h00
Falta de sorte (EC)

Será que sorte existe?

Muitas pessoas alegam falta de sorte, para arranjarem uma desculpa, pela sua falta de determinação para fazer algo. Vejam a imagem abaixo. Encontrei-a após fazer esta pergunta ao Google.

Creio que é isto que falta às pessoas. Atitude. Então, eu fico com medo de não ter sorte suficiente e acabo perdendo oportunidades. 

Terá sido por falta de sorte?

Pense um pouco sobre isso. E deixe nos comentários a sua opinião.

Agradeço.

*****

Este texto faz parte do Exercício Criativo - Falta de Sorte
Saiba mais, conheça os outros textos:
http://encantodasletras.50webs.com/faltadesorte.htm


Publicado por Alberto Valença Lima em 27/08/2018 às 10h00
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
22/08/2018 10h24
Folha que finge ser céu

Um primor bordado em versos, numa folha branca, que finge ser céu.

Frase construída a partir de um poema da poetisa Lorena Campos deste RL

 

ESTRELAS

 

Poema de Alberto Valença Lima

 

No céu, brilham e piscam

Fazendo coro com vagalumes

Poeta quando percebe

Cria versos, liras, costumes

Na folha branca de papel

Finge que ela é o céu

E transporta para seus versos

Estrelas dos sentimentos emersos.


Publicado por Alberto Valença Lima em 22/08/2018 às 10h24
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
01/08/2018 11h07
Brincando de Deus

 

Este é o Poetrix que está postado antes. Aqui em forma de Grafitrix. Ele foi classificado em Décimo Lugar no VIII CONCURSO INTERNACIONAL POETRIX de um total de doze classificados.

 


Publicado por Alberto Valença Lima em 01/08/2018 às 11h07
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
01/08/2018 08h30
RESULTADO DO VIII CONCURSO INTERNACIONAL POETRIX

MOVIMENTO INTERNACIONAL POETRIX – MIP

VIII CONCURSO INTERNACIONAL POETRIX
Antologia Poetrix 6 -  20 Anos

RESULTADO DO VIII CONCURSO INTERNACIONAL POETRIX

A Coordenação Movimento Internacional Poetrix – MIP vem a público divulgar o resultado deste VIII Concurso, apresentando o nome dos 12 (doze) finalistas que tiveram seus respectivos poetrix selecionados para publicação na Antologia 6,  comemorativa aos 20 anos do gênero Poetrix,  conforme a seguinte classificação:

 1o. Lugar – Sandra Boveto da Silveira, com o poetrix “UMA TAÇA QUE CAI”;
 2o. Lugar – André Cristiano Figueira, com o poetrix “O MIMETISMO DA MÁQUINA”;
 3o. Lugar – Isabel Florinda Furini, com o poetrix “CONTEMPLANDO”;
 4o. Lugar -  Valéria de Cássia Pisauro Lima, com o poetrix “MONORRITMIA”;
 5o. Lugar - Michael Douglas Lima da Silva, com o poetrix “AS ENGRENAGENS DA VIDA MODERNA”;
 6o. Lugar -  Claudete Morsch Pereira Soares, com o poetrix “SONHO”;
 7o. Lugar -  Mônica Elisabete Braga Margaride, com o poetrix “BRUMA”;
 8o. Lugar -  Camila Poubel Costa, com o poetrix “ABUSO”;
 9o. Lugar -  Luís Cristiano de Souza Parente, com o poetrix “METÁFORAS CONFUSAS”;
10o. Lugar - Alberto Valença Leal de Lima, com o poetrix “BRINCANDO DE DEUS”;
11o. Lugar – Teresinha de Jesus Barbanti Camargo, com o poetrix “CASAMENTO”;
12o. Lugar -  Flávio Rubens Machado de Queiroz, com o poetrix “METEOROLOGIA”.

Os selecionados receberão os respectivos Certificados de Participação (do 1o ao 3o. lugares) e Certificados de Menção Honrosa (do 4o. ao 12o lugares), além de exemplares de Antologias anteriores publicadas pelo MIP, bem como da Antologia 6 – 20 Anos, em fase de editoração.

A Comissão Julgadora deste VIII Concurso Internacional Poetrix foi formada pelos escritores e poetas Andréa Abdala Frank (MIP/RJ), Gilvânia Machado e José de Castro (ambos do MIP/RN).

A Coordenação do MIP parabeniza a todos os poetrixtas premiados, agradecendo a sua participação que enriquecerá a qualidade editorial da mencionada Antologia comemorativa aos 20 anos da criação deste gênero minimalista.

01 de agosto de 2018.

COORDENAÇÃO DO MOVIMENTO INTERNACIONAL POETRIX – MIP


Publicado por Alberto Valença Lima em 01/08/2018 às 08h30
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 3 de 6 1 2 3 4 5 6 [«anterior] [próxima»]

Caminhos de mim (Poesia) - preço promocional R$30,00
Poesia, Palavra é Arte R$30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$10,00
UBE - 60 ANOS R$20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$35,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... 40,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$20,00