Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Poetisas, sim senhor! A poeta é só bolor.
Tenho lido com certa frequência pessoas escreverem "a poeta fulana de tal... ", "a poeta isso, a poeta aquilo...".
Por escrever esta palavra quero aqui fazer também um breve comentário. Sempre aprendi em toda minha vida de estudante e, foram muitos anos, acreditem, que poeta é um substantivo masculino cujo feminino é poetisa. Nunca ouvi dizer nem li em nenhuma das gramáticas nas quais estudei, que poeta era um substantivo comum de dois gêneros. Para quem não sabe, "comum de dois gêneros" é uma palavra que tem o masculino e o feminino idênticos como por exemplo, o artista, a artista; o colega, a colega; o dentista, a dentista. Poeta, por tudo que aprendi até hoje, não é nem nunca foi classificado como comum de dois gêneros!!!
Apesar disto, muitas pessoas ultimamente tem escrito textos onde utilizam esta palavra com esta classificação. No meu entendimento, erroneamente. Será que mudaram o português e não me avisaram?

Respondendo a um comentário de Roberto Machado Carvalho, que comentou sem logar no Recanto das Letras, resolvi acrescentar alguma coisa ao que já escrevera.

Não desconheço que Cecília Meireles em poema intitulado "Motivo"escreveu:
"Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta."

Este fato porém, apesar da relevância da poetisa, não modifica a língua pátria que ela sequer tinha o direito. Admiro muito os seus versos, sou fã dela incondicional mas, não dou a ela o direito, de ditar o que é correto, na linguagem regrar. Ela foi apenas uma escritora.
E continuo afirmando: a poeta não substitui a palavra poetisa. Considero inadequado seu emprego.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 17/02/2014
Alterado em 02/03/2014


Comentários

Caminhos de mim R$10,00
Caminhos de mim (Poesia) R$38,50
Poetrix - Antologia 6 - 20 anos R$29,50
Germinando palavras colhendo poesias - Ser po... R$23,50
Poesia, Palavra é Arte R$30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$10,00
Germinando palavras colhendo poesias - Ser po... R$28,50
UBE - 60 ANOS R$20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$35,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... 40,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$20,00