Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Pedofilia e homossexualismo
O texto abaixo foi escrito em maio de 2011 e publicado no meu blog. Estou hoje transcrevendo a postagem aqui pela relevância do assunto e para compartilhar o texto com outras pessoas.

O jornal Estado de São Paulo publicou uma matéria sobre a decisão do STF a respeito de um julgamento que está gerando polêmicas - o da legalização da união estável de homossexuais. Segue abaixo a matéria que está no site do Yahoo notícias.

..“O próximo passo será a adoção de crianças por casais homossexuais e a legalização da pedofilia”, disse ontem o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) ao comentar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que reconheceu a união estável entre homossexuais. Para ele, o STF fez um “julgamento político”. “O Supremo extrapolou. Quem tem de decidir isso é o Legislativo, com a sanção do Executivo. Agiu por pressão da comunidade homossexual e do governo. Unidade familiar é homem e mulher.”

Bolsonaro afirmou que proíbe o seu filho de 3 anos de brincar com crianças criadas por gays. “Eu não quero que o meu filho menor vá brincar com o filho adotivo de dois homossexuais. Não deixo. Não quero que ele aprenda com o filho do vizinho que a mamãe usa barba, que isso é normal. Não vou deixá-lo nessas companhias porque o futuro do meu filho também será homossexual”, disse o deputado. “Vão dizer que estou discriminando e estou, sim.”


Indagado sobre o teor de suas declarações, Bolsonaro atacou o Projeto de Lei 122, que prevê a criminalização da homofobia, e sugeriu que, caso ele seja aprovado, será “mais fácil se livrar de um homicídio do que de uma discriminação homofóbica”. “Se ser homofóbico é defender as crianças nas escolas, defender a família e a palavra de Deus, pode continuar me chamando de homofóbico com muito prazer, pode me dar o diploma de homofóbico”, declarou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
...

Em comento ao texto acima escrevi:
Ora minha gente, isso é uma aberração!!!
Não sou homofóbico. Tenho amigos gays e amigas lésbicas. Mas há uma ENORME diferença entre respeitar o outro, com suas diferenças, anormalidades, defeitos, etc. e louvar essas diferenças ou anormalidades ou defeitos.
Se uma pessoa pratica um crime qualquer, isso não faz dessa pessoa um monstro na maioria das vezes. É possível até perdoar o crime que a mesma cometeu. Já assisti muitas vezes, pais ou mães que tiveram seus filhos com as vidas ceifadas por assassinos, algumas vezes até brutais, e essas pessoas perdoarem os algozes de seus filhos. Agora, dizer que esses pais ou mães louvam as ações criminosas dos assassinos é uma diferença monumental.

É exatamente a mesma coisa. A mídia está deturpando as coisas!!! E agora, até os ministros do STF, corte máxima do país, estão gastando seu preciosíssimo tempo decidindo uma bobagem destas.
Saber se é válida ou não a união homossexual é uma coisa que compete às pessoas envolvidas. Como diz um amigo meu, a união de homossexuais já existe há muitos anos e é legalizada no país. Pode-se em qualquer rincão do Brasil, estabelecer uma associação entre pessoas do mesmo sexo (e isso vive acontecendo todos os dias), e estabelecer objetivos e metas através de um estatuto. A união de homossexuais pode ter um CNPJ. Nunca uma certidão de casamento!!!

Casamento é uma instituição criada para proteger os casais, e casal, é por definição, duas pessoas de sexos opostos. Não há como fugir disso! A não ser que se vá fazer uma ditadura de idéias como aquela sugerida em uma música de Chico Buarque: "Apesar de você". Independente do Poder Governamental, amanhã há de ser outro dia! O jardim vai florescer. Como se vai proibir quando o galo insistir em cantar?

Então, o que os Excelentíssimos Ministros do Supremo fizeram foi uma grande aberração. Não existe casal de pessoas do mesmo sexo!!! Simplesmente porque casal é um conjunto de pessoas de sexos diferentes. E não há como fazer de outra forma!!!
Não se procria, se todos forem do mesmo sexo! Nem vai nascer pintinhos se no galinheiro não tiver um galo. Não há possibilidade NENHUMA!! É impossível.

O que os Ministros fizeram foi algo como: vamos, a partir da agora, mudar o gênero das palavras. Não se pode mais dizer o sofá, a cadeira, a casa, a flor. A partir da agora é para falar: a sofá, o cadeira, o casa, o flor.

E é como muito bem diz o nobre parlamentar Bolsonaro - "Agora só falta legalizar a pedofilia. Vamos louvar aqueles que aviltam nossas crianças! É normal. Por que fazer cara de indignação? Tudo é normal. Quando alguém ficar bolinando sua filha de 3 ou 4 anos, você precisa considerar a coisa mais natural do mundo. E se protestar pode até ir pra cadeia. Será considerado crime!!!
Não à pedofilia, e o meu protesto.

Obs. Estou publicando a mesma postagem que deixei no meu blog "Exercendo nossa cidadania" em virtude da relevância do tema.

http://verdadesdeumser.blogspot.com.br/2011/05/diferenca-entre-homofobia-e-dignidade.html
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 05/03/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Alberto Valença Lima e o site http://www.recantodasletras/autores/albertovlima). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Caminhos de mim R$10,00
Caminhos de mim (Poesia) R$38,50
Poesia, Palavra é Arte R$30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$10,00
UBE - 60 ANOS R$20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$35,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... 40,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$20,00