Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

O Pequeno Príncipe em cordel
O Pequeno Príncipe em cordel é uma obra da autoria de Josué Limeira com ilustrações de Vladimir Barreto.
Trata-se de um livro belíssimo baseado na famosa obra do autor francês Antoine de Saint Exupéry. Divide-se em 27 capítulos, tal qual a obra original. Reproduz, com muita fidelidade, a obra de Exupéry, sendo esta, contada em cordel.

O que chama a atenção neste livro é o modo como o ilustrador retrata o Pequno Príncipe, que aqui é um menino sertanejo, com chapéu de couro e gibão, uma capa e um facão, este, em substituição à espada portada pelo personagem exuperiano.

Para destacar ainda mais seu ineditismo, o autor acrescenta à história algumas idéias que não são novas, mas são inovadoras na forma de sua apresentação. Destaco aqui, duas dessas formas:
1. A introdução de um capítulo denominado "O desenhista", no qual ele narra em cordel, as experiências do Pequeno Príncipe com seus primeiros desenhos e,
2. A introdução de um capítulo intitulado "O vendedor de pílulas d'água", no qual são narrados os acontecimentos do capítulo XXIII do livro original. Neste capítulo, o Pequeno Príncipe encontra um vendedor, que não é especificado na obra de Exupéry, que vendia "pílulas aperfeiçoadas que aplacavam a sede". E com elas se ganhava 53 minutos por semana e que podiam ser aproveitados como se quisesse.

Explico que não são fatos novos introduzidos pelo poeta. Os fatos estão no livro original mas, ele dá um destaque que no livro de Exupéry não tem. E por que isso ocorre?

É justamente por uma outra característica desta obra que devo também destacar nesta resenha. O poeta denomina cada capítulo de seu cordel com um título identificador, diferentemente da obra de Exupéry, cujos capítulos são diferenciados por numeração com algarismos romanos.

Além disso, há fatos realmente novos na narrativa como, por exemplo, os personagens do Rei e do Vaidoso, nesta obra são retratados como o Rei do Maracatu e o Homem da Meia Noite respectivamente, este último, figura muito famosa do carnaval de Olinda. Além destes há algumas outras mudanças na história original que, no entanto, não modificam a sua essência.

Recomendo com ênfase a qualquer pessoa amante da boa literatura, a visita a este magnífico livro de um autor nordestino, que se destaca pela brilhante idéia de transformar em cordel obra tão monumental da literatura mundial. E esta transformação só foi possível graças à entrada em 2015 da obra exuperiana em domínio público pela passagem dos 70 anos da morte de Exupéry em 2015.

Esta obra ficou entre os finalistas do 58º Prêmio Jabuti em 2016 e mereceu de várias crianças, além de adultos, muitos elogios, como o que foi citado pelo autor em entrevista na TV disponível no Youtube e na fanpage do livro no Facebook, na qual ele conta que o filho de uma psicóloga negava-se a ler o Pequeno Príncipe, por considerar que era livro pra meninas mas, ao ver o desenho do personagem principal, como um cabra da peste muito macho, leu o livro em um só dia.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 16/09/2018
Alterado em 16/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Caminhos de mim R$10,00
Caminhos de mim (Poesia) R$38,50
Poesia, Palavra é Arte R$30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$10,00
UBE - 60 ANOS R$20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$35,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... 40,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$20,00