Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Cinco coisas que odiava

Este texto eu publiquei no meu blog Verdades de um Ser (Http://verdadesdeumser.com.br) em 2014 mas resolvi compartilhar com vocês aqui do RL.

Achei muito interessante um comentário que vi no youtube e resolvi fazer uma postagem com ele. Trata-se de escrever sobre cinco coisas que odiava e que agora não mais odeia ou que até gosta delas.
Pensando sobre o fato encontrei de imediato 3 coisas que odiava e agora gosto muito. As outras duas vou pensar enquanto escrevo esta postagem.

A primeira delas é o coentro. Eu sempre, desde pequeno, detestava verduras e, em especial, coentro. Não suportava. Quando colocavam na comida eu saia catando de um por um e colocava tudo num canto do prato. Hoje adoro coentro! Sou capaz de comer um molho de coentro puro. O cheiro do coentro me inebria. Hoje sou um dos maiores fãs desta verdura.

A segunda era comida japonesa. Eu não podia nem ouvir falar que já me dava nojo. Não conseguia nem pensar em comer aquela comida crua, peixe cru. Hoje sei que há comidas japonesas que são cozidas mas, naquele tempo, só conhecia sahimi e sushis de peixe. Hoje sei que existe alem de comida cozida, existe também comidas cruas sem ser com peixes como é o caso por exemplo do california que é com verduras e frutas. Mas o fato é, que hoje, esta, é uma de minhas comidas favoritas.

Café é a terceira. Eu já gostei muito de café na infância. Depois passei a detestar e hoje, sou um dos fãs de um café bem feito, com grãos escolhidos, forte e amargo, sem nada além de café. Ou seja, tomo café sem açúcar nem adoçante.

Vinho seco eu não gostava de beber mas hoje é uma de minhas bebidas prediletas.

Whisky eu detestava. Achava o gosto horrível mas, uma pessoa muito especial, terminou me fazendo apreciar esta bebida que é símbolo de classe.

Obs. Não estou aqui fazendo apologia à bebida ou ao alcolismo.
O que percebi de tudo isto é que coisas que muitos de nós detestam padecem desta condição unicamente porque nunca provamos aquilo. Assim foi com o coentro e a comida japonesa comigo. Só podemos dizer que detestamos algo se já tivermos provado daquilo. Sem nunca provar, apenas por uma suposição, não se deve excluir da vida algo que pode ser maravilhoso.

Se você também tem alguma coisa que detestava e hoje não mais escreva sobre ela nos comentários. Vou gostar muito de saber e enriquecerá meu blog com sua participação.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 13/01/2019
Alterado em 15/01/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Caminhos de mim R$10,00
Caminhos de mim (Poesia) R$38,50
Poesia, Palavra é Arte R$30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$10,00
UBE - 60 ANOS R$20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$35,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... 40,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$20,00