Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Mulher que floresce em todas as estações
seja outono, verão, primavera ou inverno
ao desabrochares com um rebento materno
a alegria a todos chega e só se ouve canções;
 
hoje devemos festejar, no mês de maio
o dia a ti dedicado, neste segundo domingo
que chega tão iluminado, não quero desmaio.
Pra ti hoje só quero, a elegância do flamingo.
 
Também espero que tenhas, muita saúde e amor
para teus filhos criares e sempre neste dia festejar
as pérolas que da vida recebes te deixando furtacor.
 
Agora vou me despedir, e deixo a ti uma flor
que deves guardar em teu seio, e meu anseio,
é que da vida, nunca vivas  como eu, alguma dor.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 11/05/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Alberto Valença Lima e o site www.recantodasletras.com.br/autores/albertovllima). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Caminhos de mim R$10,00
Caminhos de mim (Poesia) R$38,50
Poesia, Palavra é Arte R$30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$10,00
UBE - 60 ANOS R$20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$35,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... 40,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$20,00