Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Diferença entre homófonas e parônimas

Outro dia fui levado a visitar a página de uma de nossas recantistas e lá deparei-me com um pequeno deslize na nossa gramática. A recantista escreveu uma coisa querendo dizer outra. Chamou de homófonas palavras que na verdade são parânimas.  Provavelmente, ela conhece nossa gramática e não escreveria tamanha asneira mas, todos nós cometemos deslizes.

Não vejo vergonha nenhuma nisso. Todos nós somos humanos e estamos sujeitos aos erros, logo, não há vergonha alguma se os cometemos. Sentiria vergonha se acaso alguém me apontasse um erro meu e eu continuasse insistindo nele.

Bem, mas vamos ao que interessa.
Homófonas, são palavras de mesmo som mas com escrita e significados diferentes. Homo <=> igual e fonos <=> som.

Parônimas, são palavras com som e pronúncia parecidos porem com significados diferentes.
.
Existem ainda as homônimas, que são palavras de som e escritas
idênticas com significados diferentes.

Vamos agora aos exemplos.
Homófonas - São homófonas as palavras acender (ligar a luz, fazer arder) e ascender (subir) ou senso (qualidade de sensato) e censo (contagem de habitantes) ou ainda seção (divisão) e sessão (reunião) entre outros.

Parônimas - são parônimas as palavras eminente (que se destaca) e iminente (prestes a acontecer). Também são parônimas as palavras amoral (sem moral) e imoral (contrário à moral) ou comprimento (extensão) e cumprimento (saudação).

Homônimas - são homônimas as palavras banco (de praça) e banco (instituição financeira) ou manga (de candeeiro) e manga (fruta).

Algumas palavras homófonas costumam causar grande confusão. É o caso por exemplo de mau e mal. Mau significa ruim, é o oposto de bom, e mal significa incorreto, insatisfatório, sem saúde e é o oposto de bem. Bem me quer, mal me quer. O bom ladrão e o mau ladrão.

Outro exemplo de parônimas que causam também confusão é o caso de emergir e imergir que lá nessa página mencionada, a pessoa afirmou serem homófonas. Inclusive ela oferece uma regrinha lá, que não tem muito sentido. A regra que considero engraçada e que faz um trocadilho com as palavras é a seguinte:
EMERGIR = Sair da água, vir à tona; (começa com E)
IMERGIR = entrar na água, afundar. (começa com I)
Com o E (que é a letra com que começa emergir) temos ir para fora
Com o I (que é a letra com que começa imergir) temos entrar
Entrar começa com E e diz respeito a uma coisa que começa com I (imergir) e "Ir pra fora" começa com I e diz respeito a uma coisa que começa com E (emergir).
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 15/07/2014
Alterado em 17/07/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Caminhos de mim R$10,00
Caminhos de mim (Poesia) R$38,50
Poesia, Palavra é Arte R$30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$10,00
UBE - 60 ANOS R$20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$35,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... 40,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$20,00