Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


O verbo conjugado ou no infinitivo

Algumas pessoas não aprenderam a usar os verbos. Não consigo entender por que isso acontece. Certamente não deve ser falta de leitura pois, aqueles que aqui escrevem, seguramente leem muito. Mas o fato é que há algumas pessoas que teimam em escrever verbos conjugados quando deveriam estar no infinitivo.

Explicando o B A Ba. Verbo no infinitivo é na sua forma invariável que se apresenta em 4 conjugações diferentes. Primeira conjugação são os verbos terminados em AR. Segunda conjugação são os verbos termiinados em ER, terceira os terminados em IR e quarta os que terminam em OR.
Exemplos:
1ª conjugação: calar, tomar, ficar, levar, cantar, etc.
2ª conjugação: fazer, torcer, cozer, tecer, comer, etc.
3ª conjugação: partir, ir, banir, discutir, bulir, ouvir, etc.
4ª conjugação: por e seus derivados como contrapor, indispor, repor, etc. Estes verbos foram deslocados para 2ª conjugação pois, no português arcaico por era escrito como poer.
Dessa forma, na verdade, só existem 3 conjugações.

Transcrevo a seguir um trecho de um texto pinçado aqui no Recanto das Letras. Não identificarei o(a) autor(a) para não constranger ninguém. Mas é lamentável ler alguma coisa como esta num espaço destinado a escritores.

"...mas pra fazer poesia não basta só rimar tem que desfruta cada segundo da vida tem que recorda momentos , sentir leves senssações..." (os grifos são meus)

Bem, o que está errado aí? Os verbos destacados estão conjugados quando deveriam estar no infinitivo, ou seja, na sua forma primordial. Por quê?
Porque o verbo auxiliar deve estar no infinitivo numa expressão verbal como as que são apresentadas no texto. "Tem que... alguma coisa". Essa alguma coisa é uma ação, representada por um verbo, que deve estar na sua forma nominal, isto é, no infinitivo.

A palavra sensações também está escrita errada mas, provavelmente por erro de digitação e não, por desconhecimento do autor. Isso é perdoável.

Mas a frase correta seria:

"... mas pra fazer poesia não basta só rimar tem que desfrutaR cada segundo da vida  tem que recordaR momentos , sentir leves sensações ..."

Notem que a pessoa que escreveu, acertou no último verbo. Ele está no infinitivo. Há aí uma zeugma, espécie de elipse, figura de linguagem, onde se omite algum termo da oração já antes mencionado. No caso seria a expressão "tem que", isto é, está subentendido que seria "... tem que sentir tantas sensações,,,"

Então, vamos escrever a frase inteira corretamente não é mesmo? Acertar só 30% da frase é o mesmo que não acertar nada.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 02/01/2016
Alterado em 03/01/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Caminhos de mim R$10,00
Caminhos de mim (Poesia) R$38,50
Poesia, Palavra é Arte R$30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$10,00
UBE - 60 ANOS R$20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$35,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... 40,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$20,00