Recanto de Alberto Valença Lima
A mente que se abre a uma nova idéia, jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einstein)
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Links
Meu Diário
31/01/2021 15h30
Membro da Cadeira nº 03 da ABLAM

          Membro da Cadeira nº 03 da Academia Brasileira de Letras e Artes Minimalistas - ABLAM - Patrono - J. G. de Araújo Jorge

 

Hoje, dia 31 de janeiro de 2021, às 10h tomei posse na cadeira nº 03 da ABLAM, cujo Patrono é o famoso escritor brasileiro J. G. de Araújo Jorge.

Esta é a primeira Academia Minimalista do Brasil. 

Publicado por Alberto Valença Lima
em 31/01/2021 às 15h30
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
31/01/2021 13h00
FUNDAÇÃO DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS E ARTES MINIMALISTAS - ABLAM

Foi fundada hoje, dia 31 de janeiro de 2021, dois dias após o meu aniversário, através da plataforma Google Meet, a Academia de Letras e Artes Minimalistas, tendo eu o privilério de ocupar a cadeira número 03, cujo patrono, escolhido por mim, foi Luiz Otávio, o criador da União Brasileira de Trovadores e grande trovador do passado, responsável pela difusão da Trova de Norte ao Sul do Brasil. As cadeiras, com os respectivos acadêmicos e seus patronos estão abaixo relacionados.

Cadeira 01 - Rogério Marques Soqueira Costa - Patrono: Paulo Leminiski
Cadeira 02 - Afonso de Castro Gonçalves - Patrono: Millor Fernandes
Cadeira 03 - Alberto Valença Leal de Lima - Patrono: Gilson de Castro (Luiz Otávio)
Cadeira 04 - Célia Terezinha Neves Vieira (Renunciou) e foi substituída por Cleusa Piovesan = Patrono: Helena Kolody
Cadeira 05 - Arthur Laizo - Patrono: Manuel Bandeira
Cadeira 06 - Silvia Maria Svereda - Patrono: Cecília Meireles
Cadeira 07 - Luiz Vieira (Renunciou) e foi substituído por Vânia Figueiredo - Patrono: Mário Quintana
Cadeira 08 - Roberto Carlos de Oliveira - Patrono: Antônio Carlos de Brito (Cacaso)
Cadeira 09 - Luiza Fillus - Patrono: Oswald de Andrade
Cadeira 10 - Silvio Romero R. Tavares - Patrono: Guilherme de Almeida
Cadeira 11 - Goulart Gomes - Patrono: Clarice Lispector
Cadeira 12 - Clério Borges de Sant'Anna - Patrono: Eno Theodoro Wanke
Cadeira 13 - Denivaldo Piaia - Patrono: Mário de Andrade
Cadeira 14 - Patrono: Carlos Drummond de Andrade
Cadeira 15 - Patrono: Manuel de Barros
Cadeira 16 - Patrono: Ferreira Gullar
Cadeira 17 - Patrono: JG de Araújo Jorge
Cadeira 18 - Patrono: Aparício Fernandes
Cadeira 19 - Patrono: Adelmar Tavares
Cadeira 20 - Patrono: H. Masuda Goga
Cadeira 21 - Patrono: Cora Coralina
Cadeira 22 - Patrono: Olavo Bilac
Cadeira 23 - Patrono: Castro Alves
Cadeira 24 - Patrono: João Guimarães Rosa
Cadeira 25 - Patrono: Murilo Mendes
Cadeira 26 - Patrono: Belmiro Braga
Cadeira 27 - Patrono: Adão Ventura
Cadeira 28 - Patrono: Monteiro Lobato
Cadeira 29 - Patrono: Bastos Tigre
Cadeira 30 - Patrono: Barreto Coutinho
Cadeira 31 - Patrono: Rubem Braga
Cadeira 32 - Patrono: Eduardo Cavalcante Silva Cadeira 33 - Patrono: Alphonsus de Guimaraens
Cadeira 34 - Patrono: Cruz e Souza
Cadeira 35 - Patrono: Jorge de Lima
Cadeira 36 - Patrono: Lima Barreto
Cadeira 37 - Patrono: Rachel de Queiroz
Cadeira 38 - Patrono: José Lins do Rego
Cadeira 39 - Patrono: Graciliano Ramos
Cadeira 40 - Patrono: Raul Bopp

Acadêmico Correspondente
Cadeira A - Kleber Vargas da Silva - Patrono: Vinícius de Moraes.

Apenas os acadêmicos ocupantes das dez primeiras cadeiras são fundadores, exceto as cadeiras 04 e 07 cujos titulares renunciaram e foram posteriormente substituídos, em data posterior à da fundação da ABLAM - Academia Brasileira de Letras e Artes Minimalistas.

Abaixo meu certificado com assinatura digital de minha condição de Acadêmico da ABLAM - Academia Brasileira de Letras e Artes Minimalistas.

 

Publicado por Alberto Valença Lima
em 31/01/2021 às 13h00
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
01/01/2021 21h36
FELIZ 2021


A todos que abrilhantaram meus textos emprestando-lhes o prestígio e os valiosos comentários deixados, quero agradecer e desejar que em 2021 possamos nos aproximar mais, festejar mais e, sobretudo, ter mais momentos de iluminação e inspiração.

A todos, de quem recebi visitas, que leu algum dos meus textos publicados, deixando, ou não, neles, os comentários, quero expressar minha gratidão e minha satisfação de ter sido honrado com sua visita.

Um feliz 2021 a todos, extensivo aos familiares de cada um. Que Deus continue a nos abençoar, proteger e inspirar.

Desejo o mesmo também a todos os que ainda não conheceram meus textos e não me visitaram ainda. Espero que em 2021 isso possa acontecer.

E deixo, meus abraços poéticos, minha marca registrada.

Publicado por Alberto Valença Lima
em 01/01/2021 às 21h36
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
01/01/2021 21h32
CONCURSO NACIONAL DE PANTUM

 

CAICÓ-RN LANÇA O I CONCURSO DE PANTUN DO BRASIL

 

O Clube dos Trovadores do Seridó (CTS), com sede em Caicó-RN, fundado em 08.10.1967, conjuntamente com a União Brasileira de Trovadores (UBT), Seção Caicó-RN, lançam o I CONCURSO DE PANTUN DO BRASIL, em níveis Estadual e Nacional.

 

REGULAMENTO:

1. Pantun: forma poética de origem malaia, com característica de um jogo de rimas em cadeia. Especificamente, passamos a desenvolver o Pantun a partir de uma Trova-tema, sendo esta a regra aqui adotada;
2. O participante deverá escrever o Pantun a partir de uma “trova tema”;
3. O Pantun deverá possuir um “título”, de acordo com a trova tema; exemplos: Pantun do sonho feliz; Pantun do abandono; Pantun da primavera;
4. O Pantun é formado por um conjunto de 5 trovas; sendo uma “trova tema”, da qual se originam 4 novas trovas, com todos os versos em redondilha maior, no sistema ABAB;
5. Inicia-se o Pantun usando-se o 2ª e o 4ª versos da “trova tema”, que passarão a ser o 1º e o 3º versos da primeira nova trova; e assim, sucessivamente, até se encerrar o Pantun, fechando-se a 4ª e última trova com o 1º verso da “trova tema”; 
6. Os terceiros versos de todas as trovas não serão usados no conjunto do Pantun;
7. Assim, a estrutura do Pantun é: Título, “trova tema” com a citação do nome do autor, seguida das quatro novas trovas, conforme o modelo anexo;
8. O participante deverá observar o tempo em que ocorre a ação da “trova tema” (se no passado, presente ou futuro), bem como, qual é a pessoa verbal (se na 1ª, 2ª ou 3ª), e assim segui-los, para que se desenvolva o Pantun corretamente; do mesmo modo, deve-se desenvolver o Pantun com a mesma ideia da “trova tema”, sem que ela perca a sua essência;
9. Apenas 1 (um) Pantun por concorrente;
10. Do prazo: Impreterivelmente, até o dia 31.03.2021;
11. Por força do agravamento da pandemia, o recebimento do material do concurso será exclusivamente virtual;
12. Em nível Nacional, enviar para: franciscoribeiro.natal@gmail.com
13. Em nível Estadual, enviar para: jersonbrito.pvh@gmail.com
14. Da premiação: Envio de Diploma virtual para os 15 vencedores.


15. Maiores esclarecimentos pelo e-mail: profgarciacaico@gmail.com

ou pelo telefone / Whatsapp (84) 99963-5685.

 

Trova Tema - Nível Nacional:

Não fale, não diga nada,
aperte mais minha mão,
faça a promessa quebrada
não precisar de perdão.
(Amália Max-PR)

 

Trova Tema - Nível Estadual:

Irmão, não fiques tristonho
se a estrada é longa e sofrida,
porque a beleza de um sonho
vale a espera de uma vida!
 (José Lucas de Barros-RN).

 

Caicó-RN, 22.12.2020.

Professor Garcia
Presidente do CTS e da UBT Seção Caicó-RN

 

ANEXO - MODELO DE PANTUN:


PANTUN DO SONHO ESQUECIDO

 

Sempre só e abandonado,
sou de modo angustiante,
um troféu empoeirado
perdido em qualquer estante.
Eugênia Maria Rodrigues (MG)

 

Sou de modo angustiante,
um livro que foi tão lido,
perdido em qualquer estante,
há tanto tempo esquecido.

 

Um livro que foi tão lido,
não vê ninguém... preso e mudo,
há tanto tempo esquecido, 
foi mestre de quase tudo.

 

Não vê ninguém... preso e mudo,
num silêncio que angustia,
foi mestre de quase tudo,
facho de luz que nos guia.

 

Num silêncio que angustia,
qual farol velho, apagado,
facho de luz que nos guia,
sempre só e abandonado.

 

Prof. Garcia

Publicado por Alberto Valença Lima
em 01/01/2021 às 21h32
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
17/04/2020 21h30
CONCURSO NACIONAL/INTERNACIONAL DE TROVAS UBT RECIFE 2020

UNIÃO BRASILEIRA DE TROVADORES - UBT

Seção Recife - PE

II CONCURSO DE TROVAS UBT RECIFE 2020 (Nacional/Internacional)

 

  • Até 03 (três) Trovas inéditas por tema exceto nas humorísticas que são apenas 02 (duas) trovas.
  • Não há temas diferentes para Veteranos e Novos Trovadores.
  • As Trovas devem ser enviadas no idioma português.
  •  A palavra ou expressão do tema deve constar no corpo da trova.

TEMAS:

Nacional / Internacional (L/F) = Dia dos Namorados

Estadual (L/F)  = “Cativar é criar laços”

Municipal (L/F)  = Amor

Âmbito - Municipal inclui a Região Metropolitana do Recife.

Humorística (Para todas as categorias, isto é, Nacional/Internacional, Estadual e Municipal = Traição

- Até duas trovas por participante.

Cada participante só pode concorrer em um âmbito nesta modalidade.

Modo de Envio:

Por envelope:

II Concurso de Trovas da UBT Recife
Caixa Postal 8905, Recife - PE
CEP 52050-970

Por e-mail

- Fiel Depositário - Domitilla Beltrame

domitillabeltrame3@gmail.com

 

OBS: O tema, a trova, categoria, âmbito, nome, endereço completo, e-mail e telefone, deverão constar no corpo do email. NÃO ANEXAR ARQUIVO.

 

Prazo = só valerão as trovas que chegarem até às 23h 59 do dia 30.07.2020

******************

 

OBSERVAÇÕES:

1. As trovas recebidas por e-mail serão copiadas para o coordenador da Comissão Julgadora, sem o nome nem o endereço do concorrente.

a) Sistema de e-mail: o tema, as trovas, a categoria, (Veterano, Novo trovador), e o âmbito pelo qual concorre o trovador (nacional/internacional, estadual ou municipal), nome e endereço completos, deverão constar no corpo do e-mail. Não envie anexo.

b) Novo Trovador é aquele trovador que não obteve até a divulgação deste regulamento 03 (três) classificações em concursos de trovas oficiais da UBT em nível nacional.

c)  O simples envio dos trabalhos autoriza a publicação das trovas classificadas.

d) Trabalhos com palavras de baixo calão, pejorativas, preconceituosas, ofensivas, em qualquer contexto, serão automaticamente desclassificadas.

e) O não cumprimento de quaisquer dos itens acima descritos implicará na desclassificação automática da trova.

2. Nas trovas enviadas por envelope, colocar no Remetente apenas "Luiz Otávio" e repetir o mesmo endereço do destinatário.

3. O tema do Concurso deve constar no corpo da Trova.

4. Prazo: Até 30 de julho de 2020 enviar por e-mail ou por envelope (data do carimbo dos Correios).

5. CLASSIFICAÇÕES: 3 vencedores, 3 menções honrosas e 3 destaques, para cada um dos temas, Veteranos,  Novos e Estudantil.

6. PRÊMIOS:

Trovas: Diplomas aos classificados de cada tema/categoria. Os diplomas serão enviados por e-mail.

                

O que é o Sistema de Envelope?

a) Datilografar ou Digitar APENAS o TEMA e a TROVA na face externa de um pequeno envelope de cor branca (aproximadamente 8cm x 11cm) e não transparente. Em caso de Novo Trovador acrescentar abaixo da Trova – Novo(a) Trovador(a)

Se não encontrar um envelope BRANCO, confeccionar um.

b) Colocar dentro desse envelope uma papeleta com nome e endereço completos do(a) autor(a) da Trova, e-mail, telefone e assinatura, e lacrar o envelope para manter o sigilo exigido nos concursos. Por esta razão, o envelope não pode ser transparente. Não é pra selar esse envelope.

c) Colocar esse envelope, depois de pronto, dentro de outro maior, e remeter para o endereço do concurso. Como remetente, colocar sempre "Luiz Otávio"  e repetir o endereço do destinatário. Cada envelopinho só deve conter uma trova. No envelope maior, podem ser colocados todos os envelopinhos contendo as trovas participantes.

d) Caso vá concorrer com mais de uma Trova, todas poderão ser enviadas juntas, ou seja, cada qual em um pequeno envelope e todas dentro de um único envelope maior.

e) as trovas a serem enviadas para os concursos deverão ser inéditas, ou seja, não poderão ser trovas já premiadas nem já publicadas em nenhum meio, seja físico ou digital. E devem ser em língua portuguesa.

f) O tema do Concurso deve constar no corpo da Trova.

g) trovas enviadas para um concurso e não premiadas, nem divulgadas, poderão ser reaproveitadas em concursos posteriores.

h) Os residentes na região metropolitana poderão concorrer nos três âmbitos, isto é, Municipal, Estadual e Nacional/Internacional. Os residentes no Estado, poderão concorrer tanto no âmbito estadual como no nacional/internacional.

i) O não cumprimento de quaisquer dos itens acima descritos implicará na desclassificação automática da trova.

 

Recife, 17 de abril de 2020

 

Publicado por Alberto Valença Lima
em 17/04/2020 às 21h30
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Página 2 de 13
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »
Caminhos de mim (E-book) R$ 10,00
Caminhos de mim (Poesia) - Livro físico R$ 30,00
Coletânea Ciranda Poetrix R$ 28,00
Poetrix - Antologia 6 - 20 anos R$ 29,50
Germinando palavras colhendo poesias - Ser po... R$ 23,50
Poesia, Palavra é Arte R$ 30,00
Musas de um Recanto com Letras, Flores e Poes... R$ 10,00
UBE - 60 ANOS R$ 20,00
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneo... R$ 35,00
Antologia "Poesias sem fronteiras" (Esgotado) R$ 20,00
Os mais belos poemas de amor - Edição especia... R$ 40,00